Nem tudo que coça, Cândida é!

No entanto , a candidíase vaginal é muito mais frequente do que você imagina. Não! Ela não é uma DST (doença sexualmente transmissível), mas em alguns casos o tratamento do parceiro também é considerado! Inúmeros podem ser os fatores contribuintes para o surgimento da candidíase… Até mesmo seu anticoncepcional! Por isso a consulta com seu ginecologista é indispensável! Por se tratar de um fungo, a Cândida precisa de um ambiente úmido, escuro e abafado para se manifestar… Quer ambiente mais propício para isso que a vagina?! Então… Cuidados no seu dia-a-dia podem fazer toda a diferença:

  1. Os absorventes, forrinhos, protetores diários…não são uma boa pedida! Tente não usar pelo simples fato de se sentir “limpa” (evitando assim que um possível corrimento suje a calcinha)… Afinal, isso vai abafar ainda mais a região vaginal!
  2. Roupa muito justa e calcinha de tecido sintético, também contribuem para isso! Não é que não possa usá-las, mas dê preferência para calcinhas de algodão!
  3. Opte por dormir sem calcinha, mantendo assim a região vaginal mais arejada… (Aposto que o maridão vai curtir essa idéia!).
  4. Evite duchas vaginais. Tem mulheres que tem o hábito de lavar lá dentro da vagina. Isso não deve ser feito (leia mais aqui)! Além de tirar a proteção natural que temos, altera o pH da região e estimula a proliferação do fungo e bactérias.
  5. Cuidado pra não ficar com biquínis molhados, ou deixar a calcinha pendurada no banheiro até secar! Porque quanto mais umidade na vagina, mais os fungos gostam!
  6. Não abuse de álcool, açúcares e carboidratos (e você tá pensando: até pra cândida tem que fazer dieta???) Pois é, a Cândida não é boba, e tudo que aumenta a quantidade de açúcar no sangue ela adora!
  7. Se você tem candidíase muitas vezes ao ano, evitar alimentos muito ácidos (tomate, cítricos) também ajuda!

A baixa imunidade, sedentarismo, stress, intestino preso, diabetes descontrolada e até mesmo a gestação, muitos são os contribuintes para candidíase… Por isso esses cuidados básicos do dia a dia são extremamente importantes. Mas nem tudo que coça, candidíase é! Por isso… Evite usar inúmeros cremes vaginais (sem orientação médica)… Às vezes o uso de inúmeros cremes sem necessidade também pode ocasionar a coceira! A consulta com o ginecologista é indispensável para te ajudar nessa; e até mesmo para avaliar se é realmente candidíase ou não.