A idade gestacional cronológica é calculada a partir do PRIMEIRO DIA da última menstruação (primeiro dia em que a menstruação desceu). Na realidade sabemos que ninguém engravida no dia em que a menstruação desce, isto seria impossível. Porem utilizamos esta data pois a maioria das mulheres lembra-se dela. Mas não se preocupe sabemos que a ovulação e a fertilização ocorrem cerca de 2 semanas após e mesmo assim podemos utilizá-la para previsão do parto.

Um detalhe importante é que a data da última menstruação (DUM) só pode ser precisa quando a data é realmente conhecida e o ciclo da mulher for regular e previsível. Mas mesmo sendo regular e previsível a DUM conduz a muitos erros por superestimar a idade gestacional levando a indução desnecessária de parto.

Como ter certeza então? Para confirmarmos esta idade cronológica idealmente devemos realizar uma ecografia (IDADE GESTACIONAL ECOGRÁFICA) no primeiro trimestre de gestação, a partir de 6 semanas até 14 semanas, que através da medida que vai da cabeça até o bumbum do feto conseguimos calcular a idade gestacional com uma precisão de 5 dias para mais ou para menos, taxa de erro bem pequena, dando assim um diagnóstico muito mais acurado do tempo gestacional e da data provável para o parto.

Caso a medida do bebê na ecografia esteja compatível com a data calculada pela última menstruação, mantemos a idade gestacional CRONOLÓGICA. Caso o embrião esteja 5 ou mais dias  menor ou 5 ou mais dias maior, então optamos por utilizar a DPP (data provável do parto) calculada pela ECOGRAFIA. Essa data não deverá ser alterada depois do primeiro trimestre, pois os exames sequentes servirão para avaliar crescimento do bebê e não a data provável do parto!

Bibliografia: (1) REZENDE, J. Obstetrícia. 12ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011; (2) ZUGAIB, M. Obstetrícia. 1ª ed. Barueri, São Paulo: Manole, 2008.