Vocês sabem porque na primeira rotina de exames de pré natal tem aquele mooonte de exames?? E um deles é a sorologia de Toxoplasmose, a famosa “doença do gato”, que muita gente já ouviu falar.

Vou tentar descomplicar um pouquinho para vocês gestantes e também futuras mamães!

A toxoplasmose é uma doença causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii. A infecção ocorre no mundo todo e tem alta prevalência. No entanto,  em 90% das infecções a pessoa não sente nenhum sintoma. Os casos de doença clínica (quando temos algum sintoma) são menos frequentes.

Entretanto, pode manifestar-se como uma doença sistêmica severa, como ocorre na forma congênita (quando a gestante pega a infecção e passa para o bebê através da placenta). A mãe, ao infectar-se pela primeira vez durante a gestação, pode infectar o feto com diferentes graus de gravidade, dependendo de alguns fatores como imunidade, do período gestacional no qual a mulher se encontra, dentre outros.

Em pacientes infectados pelo HIV pode ser ainda mais grave, sendo uma das principais complicações a reativação da doença antiga ocasionando cistos, principalmente no cérebro.

A transmissão pode ser “fecal-oral” através da ingestão de oocistos (ovinhos do parasita) eliminados nas fezes de gatos, presente em água contaminada, no solo, areia, frutas e verduras. Também pode ser adquirida pelo consumo de carnes e produtos de origem animal crus ou mal cozidos e via transplacentária (pela circulação materno-fetal) durante a gestação.

A maioria dos casos como já disse não apresentam sintomas, mas se apresentarem, os mais comuns são: aumento dos linfonodos cervicais (você deve conhecer como ínguas ou gânglios), febre, mal estar, dor de cabeça, dor muscular, alterações em pulmão, retina e cérebro.

Na gestação, se não tratada adequadamente, podem ocorrer morte fetal, prematuridade, algumas alterações neurológicas como microcefalia, hidrocefalia, e até deficiência mental. Também alterações oculares e de retina, alterações no fígado e baço, dentre outras.

O diagnóstico é feito através de sorologia de Toxoplasmose IGG e IGM durante o pré natal. Você inclusive pode já ter imunidade a essa doença e isso será visto através desses exames. Existe outro teste chamado teste de avidez para IGG, que seu médico só pedirá dependendo dos resultados das sorologias anteriores se houver necessidade.

O tratamento durante a gestação é feito através de uso de antibióticos específicos e varia de acordo com a fase da gestação em que a paciente se encontra.

Resumão básico depois de toooda essa explicação!!!

Faça suas consultas de pré natal bem certinhas desde o início, se já tiver diagnóstico de toxoplasmose faça o tratamento correto. Se não tiver imunidade e corre risco de adquirir na gestação, cuidados com fezes de gatos, não coma carnes cruas ou mal passadas, coma verduras e frutas bem lavadas, lave bem as mãos  (principalmente após lidar com terra ou areia).

Dúvida frequente: E se eu tiver um gato?? Tenho que me livrar dele?? Não posso ter contato com nenhum gato?? Claro que não!! O único cuidado é você pedir para outra pessoa recolher as fezes do animal e jogar no lixo todos os dias, não dar carne crua para o gato comer e manter sempre higiene adequada.

Deu para descomplicar um pouquinho?!

Beijos e até o próximo post!