O Implanon é mais uma opção de contraceptivo para a mulher, na forma de implante contendo apenas progestágeno (etonogestrel 68 mg), ou seja, nada de estrógeno (você pode descomplicar os efeitos do estrogênio aqui)! Esse implante é um bastão de plástico semirrígido com 4 cm de comprimento e 2 mm de diâmetro e deve ser inserido na região subdérmica de um dos braços, por profissional hábil. Essa inserção é realizada no consultório médico, com anestesia local e não é necessário realizar nenhum tipo de ponto, pois a incisão na pele é bem pequena, apenas um furinho (0,2 a 0,3cm).

Esse método anticoncepcional é considerado de longa duração, com durabilidade de 3 anos, isso mesmo, nada de ter que ficar com aquela neura e ter que lembrar de tomar pilula diariamente. A eficácia é ótima, chegando a quase 100%. Lembre-se que o único método 100% seguro é não fazer sexo – e nem é brincadeirinha.

O hormônio contido no implante vai sendo liberado aos poucos e vai impedir a proliferação do endométrio (aquela camada que descama e faz o sangramento todo mês), sendo assim, a grande maioria das mulheres ficam sem sangrar durante o uso do implante. Eventualmente algumas podem apresentar pequenos ‘escapes’ (sangramentos), porém é importante saber que esse sinal não é indicativo de que o método está falhando.

A retirada do implante geralmente não apresenta grandes complicações, e como também será realizada com anestesia local, não traz sofrimento.

Então está aí, mais uma alternativa de contracepção. Mande suas dúvidas para gente.

Fonte: bula do medicamento