Hello Meninas!

Com certeza você que está tentando engravidar, ou que está grávida, já ouviu falar sobre o ácido fólico! Mas você sabe por que essa vitamina é tão importante?

O ácido fólico é uma vitamina do complexo B (vitamina B9) e é necessário para a formação de algumas proteínas e hemoglobina (presente nas células do sangue). Na gravidez, tem função na formação do Sistema Nervoso Central do feto e sua deficiência está relacionada a defeitos de fechamento do tubo neural (o tubo neural forma o sistema nervoso do bebê; isso ocorre entre 18 e 26 dias de gravidez. A deficiência de ácido fólico está relacionada à defeitos no fechamento dessa estrutura, ocasionando malformações fetais como anencefalia e mielomeningocele/espinha bífida).

O ácido fólico pode ser encontrado em verduras de folha verde escura, legumes, feijão, gema de ovo, algumas vísceras e peixes e em sucos frescos de frutas cítricas como a laranja e limão. Sua ingestão é tão importante, que no Brasil a farinha de trigo é enriquecida com ácido fólico (e ferro) por determinação de uma lei! O problema, é que no preparo dos alimentos muito desse nutriente se perde e às vezes não ingerimos a quantidade adequada dessa vitamina… e como já foi comprovado que a ingestão diária de 0,4 mg de ácido fólico reduz a incidência das malformações do tubo neural (cerca de 75%), recomenda-se a complementação deste nutriente no primeiro trimestre de gravidez. E o mais importante: como a formação do tubo neural ocorre bem no início da gestação, quando muitas mulheres nem sabem que estão grávidas, o correto é iniciar a sua complementação 3 meses antes de engravidar (já falamos disso por aqui).

Essa semana o ácido fólico foi motivo de discussão após a divulgação de um estudo que sugere que a ingestão da substância por mulheres grávidas, ou que querem engravidar, pode aumentar as chances de o bebê nascer com autismo. Vamos descomplicar essa “manchete”em um próximo post!

 

E você mulher descomplicada, que está pensando em ter babies… já tomou seu ácido fólico hoje?