Hello mulheres! O clitóris, ou clítoris, é considerado um tabu e é uma região do nosso corpo pouco conhecida, mesmo entre nós, mulheres. Vamos descomplicar esse órgão que parece ser tão complicado e na verdade, de complicado não tem nada?!

clitoris

Clitóris

 

Vamos começar do começo? Bom, do começo MESMO. Durante o desenvolvimento embrionário, até aproximadamente 7 semanas de gravidez meninos e meninas são anatomicamente iguais e apresentam uma estrutura no meio das pernas chamada falo. Dependendo de estímulos genéticos e hormonais, essa mesma estrutura dará origem ao pênis nos meninos e ao clitóris nas meninas.

Diferenciação sexual no embrião

Diferenciação sexual no embrião

 

A única função do clitóris é dar prazer. Talvez seja por isso que não se fale muito nele. Tem cerca de 8.000 terminações nervosas (mais que o pênis!), é a parte mais sensível da mulher e quando estimulado direitinho pode levar a mulher ao orgasmo, pois é dali que se inicia o feixe de nervos do orgasmo . O clitóris durante a excitação se enche de sangue e fica maior, em ereção, ficando mais fácil de ser encontrado.

A maior parte do clitóris fica “escondida”. Ele tem aproximadamente 10 cm de comprimento, porém apenas um pedacinho dele é visível, mesmo durante a excitação feminina. Acredita-se que o famoso ponto G tenha relação com essa parte interna do clitóris, mas não se chegou ainda a um local específico, por enquanto, vamos procurando…

vulva

vulva

A maioria das mulheres não consegue “chegar lá” apenas com a penetração e cerca de 75% das mulheres que têm orgasmo precisam do estímulo clitoriano para ter prazer. O que se sabe, é que o orgasmo causado pelo estímulo do clitóris é o mais prolongado e intenso.

O clitóris pode ser estimulado durante uma relação sexual com a mão, com vibradores, com a língua, dedos… o importante é que você se conheça para poder ajudar o seu(sua) parceiro(a) a te conhecer!

Bom, se a única função dele é o prazer, use-o!