Então você vai fazer seu exame e ouve que seu útero está com “bolinhas”… pois é, infelizmente não significa que ele adotou a moda do poá. Esses são os famosos miomas. Muito provavelmente você já ouviu falar deles, mas você sabe o que “eles” são?

Bom, miomas são tumores benignos do músculo do útero e na maioria das vezes são inofensivos. Não se sabe exatamente o que provoca o surgimento desses tumores, mas se acredita que sejam causados por desordem no crescimento das células do músculo do útero, provocando o aparecimento de nódulos na musculatura uterina.

São, em geral, achados através de exame clínico e ultrassonografia e são mais comuns após os 40 anos de idade, regredindo na menopausa. Podem estar localizados em várias partes do útero, recebendo assim algumas denominações:

  • intramural – localizado no “meio” do músculo do útero;
  • subseroso – localizado na parte mais externa do útero;
  • submucoso – localizado na face interna do músculo.

Este último tipo de mioma, o submucoso, é o que pode causar a maioria dos sintomas, como por exemplo, sangramento vaginal anormal e aumentado, cólicas abdominais e dificuldade para engravidar (infertilidade).

O que é importante falar, é que nem sempre um mioma causa sintomas, as vezes você pode descobrir que tem um apenas num exame de rotina! Por isso, nem sempre um tratamento, muito menos cirurgia é necessária! Por isso, sempre consulte seu ginecologista de confiança!

Fonte: Manual de Orientação Leiomioma Uterino – FEBRASGO – 2007