Oi gente! Você deve estar pensando: de novo essa história de Outubro Rosa??

E eu falo SIIIIIMMM! E sabe o porquê? Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer) são diagnosticados ao ano cerca de 57.960 novos casos de câncer de mama. E essa doença é responsável por mais de 14 mil mortes/ano. E ainda: se o diagnóstico for feito precocemente as taxas de cura chegam próximas a 100%!

Mas você pode estar pensando: eu não tenho casos dessa doença na família… acontece, que 90% dos casos de câncer de mama não têm origem hereditária! Assim, saber os fatores de risco, fatores protetores e como se cuidar pode fazer TODA a diferença!

Ao fazer o seu auto-exame se você notar:

A presença de um nódulo (caroço), fixo e geralmente indolor ao auto-exame;
A pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
Alterações no bico do peito (mamilo) geralmente a retração – o mamilo fica invertido;
Alteração no volume e/ou formato de uma das mamas;
Pequenos nódulos endurecidos nas axilas ou no pescoço;
Inchaço, vermelhidão ou feridas nas mamas sem motivo aparente;
Saída de líquido anormal das mamas (transparente ou sanguinolento vindo geralmente de uma das mamas).

Procure imediatamente seu médico! Pode não ser nada, mas você deve investigar!