Você está grávida, um monte de sensações estranhas passando pela sua cabeça, e pelo seu corpo. Você se sente bonita, mulher. E ao superar aquele mal estar inicial, aparecem os desejos… e não é só de comida que estamos falando! E não mais que depressa surge a pergunta: Gravidez e Sexo… PODE?

SIM! Gestante pode fazer sexo SIM, desde que a sua gestação esteja evoluindo normalmente. E é o seu médico de pré-natal que irá lhe dizer isso.

O sexo não machuca o bebê e faz muito bem para a autoestima da gestante. Mas é claro que o desejo da gestante deve ser respeitado e as relações sexuais devem ser mais… digamos assim… suaves. Nada de exageros! Nada de muito entusiasmo!

As alterações hormonais pelas quais a gestante passa faz com que seu desejo tenha muitas variações. Geralmente no começo da gestação o desejo diminui bastante porque a gestante se sente cansada, enjoada, com mais sono, com as mamas doloridas, mais emotiva e tem medo de abortar. Além disso, as alterações que o corpo sofre faz com que ela se sinta para baixo e nada atraente. A medida que esses desconfortos passam, o desejo tende a voltar ao normal e só vai diminuir novamente no final da gestação quando as dores e o tamanho da barriga começam a incomodar.

É muito importante que o parceiro seja compreensivo e saiba lidar com essas variações. Converse sempre com o seu parceiro. Deixe claro para ele o que você está sentindo, o que você gosta ou não, como você gosta ou não.

Apenas em alguns casos o sexo não é permitido na gestação. Por isso toda gestante deve conversar sobre o assunto com o seu médico de pré-natal. Ele é a pessoa mais indicada para dizer se você pode ou não ter uma relação sexual segura durante a gestação.

Algumas posições na hora do sexo são mais confortáveis para a gestante. Quer saber quais? Aguarde o próximo post…

Fonte: Cavalcanti, R. Tratamento clínico das inadequações sexuais. São Paulo: Roca, 2012.