Você sempre sonhou com um peitão e agora está realizada com sua prótese que ficou perfeita… Mas, de repente seu instinto materno aflora e surge uma importante preocupação… Será que vou conseguir amamentar?

A resposta é depende.

A dependência está basicamente no procedimento realizado para a colocação da prótese.

Pode não haver interferência alguma como nos casos das próteses que são colocadas atrás do músculo peitoral pelo sulco inframamário.

Já aquela prótese que foi colocada pela aréola pode ocasionar graus variáveis de lesão dos ductos mamários com possível comprometimento do aleitamento.

Nos poucos casos em que ocorrem complicações, as mais comuns são:

  1. Deficiência de produção do leite que ocorre devido a retirada de parte do tecido mamário. Para reverter este quadro vamos atrás de medidas estimuladoras da produção.
  2. Dificuldade de escoamento do leite produzido devido a obstrução dos ductos. Infelizmente  não há nenhuma medida eficaz  capaz de reverter este processo e só nos resta interromper a tentativa de aleitamento.

O aleitamento materno é fundamental tanto para você mamãe quanto para o seu bebê e não estamos falando apenas da parte nutricional que é comprovadamente superior a qualquer fórmula infantil mas estamos falando também do vínculo adquirido entre vocês neste momento tão importante.

Então mamãe, você pode sim aliar estes dois sonhos, o peitão e a amamentação sem problemas… basta conversar com seu cirurgião antes do procedimento  para utilizar a técnica com menos riscos!