Sobre a infecção que está assustando a todos:

O Ministério da Saúde emitiu uma nota oficial confirmando a associação da infecção pelo Zika vírus com a microcefalia. Também foi confirmada ocorrência de óbitos pela doença (2 adultos e um bebê que nasceu com microcefalia e outras malformações)*.

O Instituto Evandro Chagas, órgão do ministério em Belém (PA), encaminhou o resultado de exames realizados em um bebê, nascido no Ceará, com microcefalia e outras malformações congênitas. Nas amostras de sangue e tecidos, foi identificada a presença do vírus Zika.

Acredita-se que o período de maior vulnerabilidade (risco de causar malformações) para o feto seja nos primeiros três meses da gestação.

Porém ainda não sabemos tudo sobre essa doença, os estudos estão a todo vapor!!

De qualquer maneira, os cuidados para prevenir a doença tornam-se cada vez mais indispensáveis!!!

  • Repelentes que contenham DEET, icaridina, IR3535:  a icaridina é o produto com maior duração na pele, cerca de 10 horas. Os que contem DEET na versão de adultos necessitam de reaplicação a cada 6 horas e o IR3535 tem duração de apenas 2 horas. Repelentes naturais apenas duram alguns minutos, não sendo considerados seguros. Utilizar na pele exposta ou por cima dos tecidos! Não funciona abaixo da roupa, pois repele pelo “efeito nuvem”;
  • Usar o repelente por cima do protetor solar, base, hidratante!
  • Tratar roupa com permetrina ou comprar roupa já previamente tratada;
  • Se o tempo permitir, roupas que cubram a pele;
  • Uso de mosquiteiros e telas;
  • Acabar com locais com água parada, aonde ocorre a proliferação dos mosquitos;
  • Evitar que a pessoa infectada seja picada pelo mosquito por uma semana, para evitar contaminação dos demais;

A medida que as novidades forem aparecendo, vamos atualizando vocês!

*Dados publicados até a data de 29/11/2015