Minha amiga teve esse condiloma. Ela me contou que o tratamento é feito queimando as bolinhas… É verdade?

Antes de responder deixa eu te contar uma triste realidade… Nos últimos 10 anos não houve nenhum progresso no tratamento das verrugas (lesões causadas pelo HPV). Existem inúmeros tratamentos e nenhum pode ser considerado melhor do que o outro.

É importante que você saiba que o tratamento requer múltiplas (em média 5) sessões e que a volta das lesões é frequente (30% ou mais). Se não tratadas elas podem até desaparecer sozinhas (até 30% dos casos), permanecer iguais ou aumentar em tamanho e número.

Geralmente as pacientes mais jovens, com lesões menores, mais recentes e sem doenças que afetem o sistema imunológico (HIV, transplantes e algumas doenças reumatológicas) respondem melhor ao tratamento. Nas situações em que a imunidade está baixa (incluindo a gestação!!!) as verrugas podem aparecer novamente ou aumentar de tamanho.

Nosssssaaaaa!!!! Mas e a parte que queima? Você ainda não me contou…

Bem, quando as verrugas surgem o tratamento indicado é a retirada das lesões, mas nem sempre essa retirada é feita “queimando-se as bolinhas”.

Existem 2 tipos de tratamento que você pode usar em casa que são a podofilotoxina e o creme de imiquimode. Mas também existem algumas terapias que requerem a aplicação pelo seu médico como o ácido tricloroacético, a crioterapia, o laser de CO2, a eletrocirurgia, a injeção com interferon e a retirada cirúrgica. Mas cuidado! NUNCA tente queimar as lesões sozinha, sem orientação! Esses medicamentos, quando utilizados erroneamente, podem causar queimaduras terríveis!

E qual destas é a melhor?

Como já conversamos, não podemos dizer que nenhum tratamento é melhor do que o outro e a escolha irá depender do tamanho da lesão, do local onde ela se encontra, assim como a sua preferência e disponibilidade financeira.

Referencia: (1) FEBRASGO – Manual de Orientação em Trato Genital Inferior e Colposcopia. (2) Apgar, Barbara – Colposcopia, Princípios e Prática.